sábado, 18 de agosto de 2012

O sonho de uma flauta


"Sonho parece verdade, quando a gente esquece de acordar"

Quero falar de uma canção, ou melhor, de uma poesia cantada. Sonho de uma flauta está mais para uma poesia doce do que para uma música, posto que atualmente o conceito “música” perdeu muito da sua credibilidade. É muita onomatopéia (aquela figura de linguagem que imita sons, tipo: tchu, tcha, tcherere, chuá...) para pouca letra que traz alguma mensagem. Enfim, Sonho de uma flauta é uma canção da grupo O teatro mágico. Um primo me apresentou e desde então me apaixonei. Eles não são daquele tipo de grupo musical que você ouve para passar o tempo mas sim daquele tipo de grupo musical que você ouve para pensar, refletir, sentir a música e amar a letra! 
Essa canção foi baseada em alguns trechos do Hermann Hess (escritor alemão 1877 – 1962) e do Mario Quintana (poeta, tradutor e jornalista brasileiro 1906 – 1994). Um dos trechos que mais me chama a atenção é esse:

Descobrir o verdadeiro sentido das coisas
          É querer saber demais
          Querer saber demais

O autor deixa claro a limitação do ser humano perante alguns dos “segredos” da vida, isso me lembra muito um dos versículos que são usados para explicar o porquê de não sabermos tudo a respeito da vida, ele está em Deuteronômio 29.29a: “As coisas encobertas pertencem ao Senhor”.

Como eu disse no início “O sonho de uma flauta” é uma poesia cantada. E eu li e amei essa poesia. Espero que você sinta a música pulsar em sintonia com a razão e a emoção que estão dentro de você!
        Confira a letra da música na íntegra: Sonho de uma flauta - O teatro mágico





3 comentários:

  1. Lindíssima mesmo!!! Me encantei não só por essa, mas por todas advindas do OTM. Perfeito!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Teatro Mágico é poesia em forma de música!

      Excluir
  2. O Teatro Mágico é a banda mais linda e pura que existe, as letras, melodias e composições são perfeitas! Amei saber que essa (que é uma das minhas referidas) é baseada nos escritos de Herman Hess, meu ídolo!

    ResponderExcluir